Vale do Jequitinhonha tem 7 projetos inscritos na Lei Estadual de Incentivo à Cultura - FDV

Agora ->

Vídeos

26/08/2016

Vale do Jequitinhonha tem 7 projetos inscritos na Lei Estadual de Incentivo à Cultura

Secretaria de Estado de Cultura (SEC) divulgou  a lista de inscritos no edital 2016 da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Conforme publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (25/8), o prazo para a divulgação dos projetos classificados na fase de pré-análise foi prorrogado para 1º de setembro.


Desta forma, os classificados poderão entregar as Declarações de Incentivo até o dia 10 de outubro.

Nesta edição foram inscritos 865 projetos de diversos segmentos culturais. Clique aqui e saiba quais. A região do Vale do Jequitinhonha apresentou 7 projetos provenientes das cidades de Araçuai, Minas Novas, Itinga e Salinas


Segundo a Secretaria de Cultura, a  prorrogação se deve ao grande volume de propostas recebidas, aliado ao período simultâneo de atendimento aos proponentes do Fundo Estadual de Cultura 2016.


Após a divulgação do resultado da pré-análise, no início do próximo mês, os desclassificados terão até cinco dias úteis para apresentar recursos. Permanecem inalteradas as demais condições do edital, que neste ano conta com o aporte de R$ 15 milhões.


CONFIRA OS PROJETOS DO VALE DO JEQUITINHONHA

Araçuai- ( 2 projetos )  Ângela Gomes Freire- Álbum da Cultura Popular de Araçuai e Lucianas, de João Costa

Minas Novas-( 2 projetos ) V Festival de Arte e Educacção Salesiana e II Encontro dos Músicos Minasnovenses

Salinas- ( 2 projetos ) Acorda Palavra , 2ª edição , de Maria Helena Alves Guimarães e Quadrilha Trem Bão Sô, de Jairo Pereira de Sousa.

Itinga- Festivale- de José Claudionor Santos Neto.


Lei Estadual de Incentivo à Cultura 2016


Depois de um ano sem edital devido ao precoce esgotamento dos recursos recolhidos pela renúncia fiscal no ano de 2015 e ao comprometimento de 81,4 % da verba de 2016, foi lançado no dia 23 de maio o edital 2016 da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (LEIC) com R$ 15 milhões em recursos.


Após solicitações de aprimoramentos no edital enviadas por representantes do segmento artístico, a SEC dialogou com o setor e implementou melhorias.

A principal mudança refere-se à Declaração de Incentivo (DI), que não foi exigida no ato de inscrição dos projetos, como estava previsto anteriormente. A iniciativa visa aprofundar o acesso ao incentivo e possibilita um prazo mais elástico aos proponentes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário