Justiça aceita recurso da defesa de Bruno, que pede anulação do atestado de óbito de Eliza - FDV

Agora ->

Vídeos

21/09/2016

Justiça aceita recurso da defesa de Bruno, que pede anulação do atestado de óbito de Eliza

Desembargadores da 4ª Câmara do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) aceitaram, no início da tarde desta quarta-feira, um recurso da defesa do goleiro Bruno Fernandes, que quer a anulação do atestado de óbito da ex-modelo Eliza Samudio. A Justiça considerou que o pedido do advogado do atleta, Lúcio Adolfo, merece ser discutido.

Após a decisão, Adolfo afirmou que vai entrar com pedido de anulação do julgamento em que seu cliente foi condenado, em março de 2013, a 22 anos e 3 meses de prisão pelo sequestro, cárcere privado, morte e ocultação de cadáver de Eliza. Ele vai pleitear, também, a liberdade do goleiro. O advogado acredita que nos próximos 15 dias terá uma resposta sobre a soltura ou não de seu cliente.

O questionamento da defesa é de que a juíza que comandou o júri de Bruno, Marixa Fabiane Lopes Rodrigues, não poderia determinar a expedição do atestado de óbito porque, dentre outros pontos, é lotada na comarca de Contagem, enquanto o atestado de óbito aponta que Eliza foi morta em Vespasiano – ambas na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Ele também considera que a juíza, por ser da área criminal, não tem competência funcional para pedir o documento. "Eu conversei com pessoas que discutem a possibilidade de que uma juíza criminal possa fazer isso, mas apenas em casos especiais, em que não tem juiz adequado, que não tem juiz na comarca, que não esteja presente. Não é o caso. A doutora Marixa simplesmente sugou para si toda a competência quando o assunto era o processo Bruno", diz.

O advogado explica que, antes desse recurso, já havia apelado à juiza. "A doutora Marixa fez ouvido de mercador à minha pretensão de que aquilo estava errado."
Procurada pela reportagem, a juíza Marixa Rodrigues declarou que estava prestes a entrar em uma reunião e ainda não se inteirou sobre a decisão.

Preso

Bruno Fernandes cumpre a sentença na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) Santa Luzia, na Grande BH. De acordo com Adolfo, o goleiro tem treinado e está com proposta de três clubes mineiros e um do exterior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário