domingo, 18 de novembro de 2018
33 999929633
Brasil

19/10/2018 às 18h49 - atualizada em 19/10/2018 às 18h52

Hiago Silva

Jordânia / MG

Fragmentos do crânio de Luzia são encontrados nos escombros do Museu Nacional no Rio
Fragmentos foram encontrados ao longo desta semana e devem corresponder a 80% do fóssil
Fragmentos do crânio de Luzia são encontrados nos escombros do Museu Nacional no Rio
Léo Rodrigues/Agência Brasil /

Fragmentos do crânio de Luzia, o fóssil humano mais antigo do Brasil, foram encontrados, nesta semana, nos escombros do Museu Nacional, no Rio de Janeiro. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (19) pela arqueóloga Cláudia Rodrigues, que coordena a escavação dos escombros do museu.


A estrutura, que pegou fogo no dia 2 de setembro, abrigava cerca de 20 milhões de itens e um dos principais era o crânio de Luzia, fóssil encontrado em 1975 em Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.


"Nós conseguimos recuperar o crânio de Luzia. É claro que, em virtude do acontecimento, ele sofreu alterações, tem alguns danos. Mas nós estamos comemorando", disse a arqueóloga. "O crânio foi encontrado fragmentado, e a gente vai trabalhar na reconstituição. Pelo menos 80% dos fragmentos foram identificados."


Alexander Kellner, diretor do Museu Nacional, comemorou o resgate e afirmou que outras peças também estão sendo recuperadas. O anúncio delas deve ser feito quando forem confirmadas as identificações.

FONTE: Agência Brasil

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium