domingo, 21 de outubro de 2018
33 999929633
Esportes

27/09/2018 às 10h52

Hiago Silva

Jordânia / MG

Mano vê desdém da mídia nacional com Cruzeiro: "favoritos sempre são outros"
Técnico acredita que Raposa está 'resistindo' aos críticos do futebol apresentado pelo time na temporada
Mano vê desdém da mídia nacional com Cruzeiro:
Foto Reprodução

O Cruzeiro é o maior campeão da Copa do Brasil ao lado do Grêmio, com cinco taças. Além disso, ostenta inúmeras outras conquistas em sua história, como bicampeonato da Libertadores e quatro Brasileiros. No entanto, o time, especialmente sob o comando de Mano Menezes, é tratado com desdém por certa parte da mídia nacional, que desde o início da fase oitavas de final da Copa do Brasil, quando os times da Libertadores foram introduzidos, vê a Raposa fora do páreo. Após o empate com o Palmeiras por 1 a 1 e a classificaçâo à mais uma final de Copa do Brasil, o técnico Mano Menezes destacou a sintonia do time com a torcida, criando uma atmosfera para as classificações em casa. Ele elogiou também o Palmeiras, que vem mostrando grande poder de recuperação nas mãos de Felipão.


"Todos estes fatores contribuem (torcida, clima, decidir em casa). Vai chegar um dia que nós não vamos conseguir, vamos ter que fazer na quinta que vem (contra o Boca) o jogo do ano, mas vamos comemorar isso aqui primeiro. Vamos por partes. Acho que a gente sabia que teria um jogo grande pela frente. O Cruzeiro teve a grandeza de ser merecedor de chegar à final mais uma vez. Isso é muito difícil de acontecer, tem muita gente boa, é a segunda vez que eliminamos, por exemplo, o Palmeiras. O ano passado também nós cruzamos.


No outro lado tem muita qualidade, Palmeiras vive um momento extraordinário de reação depois que o Felipão chegou. Mas a gente conseguiu mais uma vez passar e isso valoriza muito também o que temos aqui", disse Mano. O treinador celeste aproveitou para dar aquela alfinetada nos críticos do desempenho celeste e também céticos quanto ao potencial do elenco. "A gente valoriza muito quando vai enfrentar os outros, e eu sempre ouço que os favoritos são os outros, mas a gente está aí, resistindo, com competência, com entrega, com dedicação, sabendo também das nossas limitações, mas sabenod muito da qualidade que temos e, por isso, chegamos (à final)", encerrou o treinador. Mano poderá se estabelecer de forma isolada como o segundo técnico mais vitorioso da Copa do Brasil, com três taças, ficando exatamente uma atrás de Felipão, o técnico mais vitorioso do torneio nacional. Na decisão da Copa do Brasil, o Cruzeiro terá pela frente o Corinithians.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium