Candidatos mineiros atrasam prestação de contas - Folha dos Vales

Ultimas

Post Top Ads

Rádio Divisa FM

Post Ads

16 de setembro de 2016

Candidatos mineiros atrasam prestação de contas

Dos mais de 76,2 mil candidatos mineiros, 8,2 mil ainda não prestaram contas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o equivalente a quase 11%. O atraso no repasse das informações por parte dos postulantes aos cargos de prefeito e vereadores em Minas Gerais, ou a prestação de contas realizada de forma inadequada, pode caracterizar falta grave e comprometer a candidatura. Em Belo Horizonte, todos os 11 candidatos à prefeitura cumpriram o prazo, encerrado na última terça-feira.

João Leite (PSDB) foi o que mais gastou até o momento, segundo dados informados pelos próprios candidatos ao TSE. Ele contratou mais de R$ 3 milhões. Destes, R$ 786 mil já foram pagos. As doações de campanha do tucano, que tem 33% das intenções de votos, conforme pesquisa Ibope divulgada na quarta-feira, somam R$ 899 mil. Os partidos Democratas e PSDB doaram, cada um, R$ 300 mil a João Leite. 

Alexandre Kalil (PHS), que possui 22% dos votos, gastou R$ 1,3 milhão e pagou R$ 335 mil. O candidato recebeu R$ 510 mil em doações. O maior repasse feito ao ex-presidente do Atlético foi do proprietário da construtora MRV, Rubem Menin. A construtora também patrocina o time que era dirigido por Kalil.

Com 5% das intenções de voto, Luís Tibé (PTdoB) recebeu R$ 1,49 milhão em doações mas gastou apenas R$ 24,6 mil, conforme prestação de contas ao TSE. Presidente do PTdoB nacional, ele recebeu R$ 1,4 milhão em doações do próprio partido.

Em quarto lugar nas intenções de votos (4%), Délio Malheiros (PSD) contratou R$2,1 milhões, pagou R$ 1,3 milhão e recebeu R$ 1,4 milhão em doações. Marcio Lacerda e Maria Regina Lacerda, prefeito e esposa de Lacerda, doaram, juntos, R$ 900 mil à campanha do candidato, que atualmente é vice-prefeito de BH.

Eros Biondini (Pros), que também tem 4% das intenções, gastou R$ 138 mil, pagou R$ 96,3 mil e recebeu R$ 143,2 mil em doações. A direção nacional do Pros investiu R$ 100 mil na campanha de Biondini.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Post Ads