Governo de Minas promete fim do parcelamento para segurança em dezembro - Folha dos Vales

Ultimas

Post Top Ads

Rádio Divisa FM

Post Ads

23 de novembro de 2019

Governo de Minas promete fim do parcelamento para segurança em dezembro

Governo apresentou índices de reposição que não agradaram funcionalismo Foto: Cristiane Mattos / O Tempo
Após reunião com representantes das Forças de Segurança Pública de Minas Gerais, o governo de Minas prometeu o pagamento integral dos salários dos servidores da categoria até o 10º dia útil de dezembro. 
O governo de Romeu Zema (Novo) também já adiantou aos representantes da entidade que, caso a operação do nióbio não seja realizada neste ano para o pagamento do 13º salário integral no próximo mês, os servidores da segurança receberam três parcelas (dezembro, janeiro e fevereiro). 
Servidores querem ao menos o primeiro pagamento de reposição para março próximo, ao menos para funcionários com salários menores que R$  5 mil.
Os servidores vão avaliar nos próximos sobre a proposta feita pelo governo. Neste momento, eles não descartam continuação de manifestações na Cidade Administrativa, como ocorreu na manhã da última segunda-feira (18). 
Leia íntegra da nota da Secretaria de Planejamento: 
Após diálogo cordial com representantes das forças de Segurança em Minas Gerais, o governo estadual firmou compromisso com a categoria, para atender a pontos importantes discutidos anteriormente, encerrando assim as negociações. Em reunião na manhã desta sexta-feira (22/11), chegou-se ao acordo:
1)    Em relação à compensação das perdas inflacionárias da Segurança Pública desde 2015, ficou firmado o seguinte calendário e percentuais: 13% na folha de pagamento de julho/2020, 12% na folha de pagamento de setembro/2021 e 12% na folha de pagamento de setembro/2022;
2)    Pagamento integral do abono fardamento na folha de abril/2020;
3)    Envio para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais, até o dia 3 de fevereiro de 2020, do projeto de lei que viabilizará a recomposição salarial, em consonância com a Lei de Responsabilidade Fiscal;
4)    O fim do parcelamento do salário dos servidores das Forças de Segurança a partir de dezembro/2019;
5)    Caso não ocorra a operação do nióbio, o pagamento do décimo terceiro salário da segurança pública será feito em três parcelas: 21 de dezembro/2019, 21 de janeiro/2020 e 21 de fevereiro/2020.
Participaram de reunião, na manhã dessa sexta-feira (22/11) os secretários de Planejamento, Otto Levy, de Governo, Bilac Pinto, de Justiça e Segurança Pública, general Mario Lúcio de Araujo, além do coronel Rodrigo Souza, chefe do Gabinete Militar, coronel Giovanne Gomes da Silva, comandante-geral da Polícia Militar, coronel Edgard Estevo, comandante-geral do Corpo de Bombeiros,  delegado-geral Wagner Pinto, Chefe da Polícia Civil, chefe do Estado Maior da PMMG, coronel Marcelo Fernandes, diretor-geral do Departamento Penitenciário, Rodrigo Machado, subsecretário de Atendimento Sócio Educativo, Bernardo Pinto, além de parlamentares e representantes das entidades de classe.
O Governo de Minas reitera o apreço pelo trabalho desenvolvido pelas forças de Segurança Pública que resultou na redução dos 12 indicadores de crimes violentos no estado, dentre outras importantes entregas realizadas pela categoria.
Governo do Estado de Minas Gerais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Post Ads