Responsive Ad Slot

Vales de Minas

Vales de Minas

Dia do Professor: profissionais pedem mais valorização para a categoria

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

/ Por Hiago

 O Dia do Professor é comemorado hoje, 15 de outubro. A data é feriado escolar em todo o Brasil. Mas neste 2020 os profissionais da educação tiveram que se adequar a um novo estilo de trabalho, sem as aulas presenciais desde março. No entanto, embora a pandemia seja o maior desafio da profissão neste ano, a falta de valorização da categoria sempre é lembrada na data. Representantes de sindicatos e professores contaram como está sendo a rotina das aulas remotas e demais desafios da profissão.

2020 está sendo desafiador para os professores das escolas públicas e privadas. Desde março, profissionais de todo o Brasil tiveram que se reinventar para atingir os alunos, cada um de sua casa. Mesmo que muitos não tivessem nenhuma experiência com aulas a distância, os docentes toparam o desafio de se reinventar e mostraram que têm como verdadeira missão ensinar, em toda e qualquer circunstância, independentemente das condições.

O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) relembra a data como “Luta pela garantia de direitos”. “O sindicato presta sua homenagem a todas e todos profissionais que se dedicam à construção de uma educação pública de qualidade social e na luta pela garantia de direitos. Esse 15 de outubro é momento também de cuidar da memória dos educadores e das educadoras que se foram e reafirmar o compromisso de honrar os legados de luta e resistência. Tudo vira lição, tudo é aprendizado. Seguir em frente, apesar dos ventos contrários”, ressaltou o diretor do Sind-UTE/MG, Rafael Toledo.


O Sindicato dos Servidores Municipais de Valadares (Sinsem) também celebrou a data e manifestou ter dado apoio aos servidores municipais nas aulas remotas. “O Sinsem tem dado todo apoio necessário a todos os servidores. O Sindicato não parou em nenhum momento, nenhuma demanda ficou sem ser atendida. O Jurídico atuou o tempo todo e nós mesmos diligenciamos todas as denúncias em todos os momentos, até os mais críticos da pandemia”, afirmou Dirley Henriques, atual presidente do Sinsem.


Henriques também fez uma análise das condições de trabalho dos professores no atual cenário e pediu melhorias. “Temos uma preocupação muito grande com nossa educação pública, pois é ela que prepara as pessoas que contribuirão com nosso desenvolvimento. Para isso, temos trabalhado para a melhoria das condições de trabalho, atuando em várias frentes, como melhoria do ambiente físico, reivindicando espaços de trabalho adequados, melhoria do ambiente psicológico, atacando o assédio moral em todos os seus aspectos, buscando ainda construir um ambiente respeitoso para o professor”, enfatiza Henriques.

Educar acima de tudo

A pandemia não poupou nenhum segmento da educação, todos tiveram que lidar com o fechamento repentino das escolas. Contudo, vale lembrar que o ensino não foi poupado. Mesmo não sendo de forma presencial.

Nesse cenário encontramos Gilberto Estole, professor há cinco anos na Escola Estadual Alexandre Peixoto da Silva, no bairro Santa Paula. Ele lamenta que, apesar de não pouparem esforços, mesmo durante a pandemia, os professores ainda são desvalorizados pela sociedade.

“O Dia dos Professores, para nós, é um dia alegre. Entre nós enviamos mensagens, textinhos divertidos e respeitosos. Achamos que somos felizes e reconhecidos. Ao mesmo tempo, sobra-nos um sentimento de desvalorização em sentido sócio-econômico-político. Mas, mesmo assim, somos felizes por estarmos numa profissão que por si só é a mais importante”, declarou.

Fonte:Drd

Mais
© Folha dos Vales - 2017 - 2020
Todos os direitos reservados.