Folha facebook
Show

PM culpa produção de Marília Mendonça por baderna pós-show em Belo Horizonte

Segundo a polícia, show surpresa e gratuito teve 46 boletins de ocorrência e 14 pessoas foram presas por arrastão e tráfico de drogas.

08/10/2019 15h14
Por: Hiago
Marília Mendonça fez show em Belo Horizonte — Foto: Reprodução/TV Globo
Marília Mendonça fez show em Belo Horizonte — Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Militar (PM) informou na manhã desta terça-feira que a produção da cantora Marília Mendonça não comunicou oficialmente a Prefeitura de Belo Horizonte e nem a polícia sobre o show na Praça da Estação, no Centro, na noite dessa segunda (7).

De acordo com o porta-voz da PM, major Flávio Santiago, um ofício foi encaminhado à administração municipal no dia 3 de outubro em nome de Eduardo Pepato informando sobre um show no dia 7 de outubro, mas não foi dito que se tratava de uma apresentação da artista. 

“Em nenhum momento foi tratado de show de Marília Mendonça, que arrasta costumeiramente multidões. Então, serão responsabilizados. A Polícia Militar, junto com a prefeitura, já produz um relatório para o Ministério Público porque com segurança pública nós não podemos brincar.”

Foram registradas 46 ocorrências, com 14 presos. Duas pessoas foram esfaqueadas.

Em nota, a produção da cantora informou que, “além das equipes da Policia Militar e da Guarda Civil, contratou um contingente de mais 100 seguranças privados, além de seguir todas as orientações das autoridades locais.”

A produção disse ainda que adotou procedimentos necessários, como o cercamento de jardins e a montagem de barricadas para garantir a segurança do público e de profissionais que atuaram no evento.

Conforme a nota, a cantora lamentou profundamente os fatos relatados e reforçou que o projeto é uma maneira de retribuir ao seu público, através do show gratuito, o carinho que recebe dos fãs. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários