Responsive Ad Slot

Vales de Minas

Vales de Minas

Cidades

Cidades

Folha dos Vales

Folha dos Vales

Saúde

Saúde

Brasil

Brasil

Região

Região

VIDEOS

videos

Galeria de Fotos

fotos

PROFESSOR SUSPEITO DE ABUSAR DE CRIANÇAS LECIONAVA EM AVAÍ DO JACINTO

Nenhum comentário

 Na segunda-feira, dia 19 de Outubro, a Polícia Civil de Minas Gerais, por meio da 17ª Delegacia de Polícia Civil de Jacinto/MG, cumpriu mandado de prisão preventiva em desfavor de um suspeito de ter praticado o delito de estupro de vulnerável. 




O suspeito era professor de geografia na escola estadual localizada no distrito de Avaí do Jacinto, pertencente ao município de Jacinto, cidade localizada na região do Jequitinhonha/Mucuri. O professor teria supostamente, abusado de 9 crianças com idades entre 9 e 12 anos. 

Após denúncia realizada pela mãe de uma das crianças, a Autoridade Policial imediatamente requisitou ao Conselho Tutelar e à equipe volante do CRAS que comparecesse à casa das vítimas e confeccionasse relatório psicossocial informando o ocorrido. 

Diante das informações apresentadas, bem como de uma criteriosa investigação, o Delegado de Polícia representou pela prisão preventiva em desfavor do investigado, o que foi deferido pelo juízo local. 



O crime gerou grande comoção no pequeno distrito de Avaí do Jacinto, vez que o investigado trabalhava como professor e possuía hierarquia e fácil acesso a diversas crianças indefesas. O investigado encontra-se preso à disposição das autoridades. 

O Delegado Titular de Jacinto, DR. BERNARDO FONSECA SILVA CAMPOS, fez um apelo aos parentes de crianças que por ventura tenham sido vítima desse professor, que procurem a Delegacia de Jacinto e denunciem: 



Participaram da operação que culminou na prisão do professor, além do delegado Bernardo Campos, os investigadores Lincoln Martins e Bruno Nascimento. A operação também contou com o apoio de prepostos da Polícia Militar do estado de Minas Gerais.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA PCMG

Fonte: Blog queijo na farinha

Brasil não terá horário de verão pelo segundo ano consecutivo

Nenhum comentário


 Pelo segundo ano seguido o Brasil não terá horário de verão, instrumento usado de 2008 a 2018 com o objetivo de economizar o consumo de energia em 10 estados que registram maior luminosidade entre outubro e fevereiro.



Por decreto em abril do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro encerrou o horário de verão após estudo do Ministério de Minas e Energia (MME) apontar que com o fim da mudança temporária o consumidor teria uma economia de R$ 100 milhões.

 

"Nos últimos anos, com as mudanças no hábito de consumo da população e a intensificação do uso do ar condicionado, o período de maior consumo diário de energia elétrica foi deslocado para o período da tarde, quando o horário de verão não tinha influência. Como a luz traz consigo o calor, o horário de verão também passou a produzir um efeito de aumento de consumo em determinados horários, que já superavam seus benefícios", explicou o MME em nota na época.

 


redução da economia do horário de verão começou a ser percebida e questionada em 2017, quando foi registrada uma queda de consumo da ordem de 2.185 megawatts, equivalente a cerca de R$ 145 milhões. Em 2013, a economia havia sido de R$ 405 milhões, caindo para R$ 159,5 milhões em 2016, uma queda de 60%.

 

No Brasil, o Horário de Verão vinha sendo  aplicado como política pública de uso eficiente de energia elétrica  desde 1931/1932, época do então presidente Getúlio Vargas, com alguns intervalos.

Mais um homicídio é registrado em Itarantim

Nenhum comentário

 

Foto Reprodução

Mais um homicídio foi registrado em Itarantim na noite deste sábado (17). Segundo informações, o crime aconteceu próximo a praça 15 de Junho, no Bairro Bob Kennedy. A vítima foi executada a tiros de arma de fogo.

Policiais militares foram ao local registrar a ocorrência e garantir a segurança na cena do crime. A Polícia Técnica foi chamada para remover o corpo para realização de necropsia no Instituto Médico Legal (IML), em Itapetinga.

Ninguém foi preso até o fechamento desta publicação. A Polícia Civil ficará responsável em investigar a autoria e motivação do homicídio.

Violência na cidade

Esta foi a 2ª morte por disparo de arma de fogo ocorrida em Itarantim em menos de sete dias. A primeira vítima desta onda de violência foi uma jovem de 21 anos, morta na madrugada da última quinta-feira (15).

Lauren Stephanie Alves Souza, foi morta quando dois homens armados invadiram a residência e atiraram várias vezes na direção da vítima. A jovem, mãe de dois filhos, tinha passagem na delegacia do município.

Fonte: Radar Itarantim

© Folha dos Vales - 2017 - 2020
Todos os direitos reservados.